Saudações tenebrosas...

Você ultrapassou o portal da realidade... Seja bem vindo(a) á um mundo onde os contos criam vida, mesmo quando falam de morte...

Sidney Leal

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

ESCREVO Á NOITE...

“Quando no vazio das ideias me perco.

Quando na obscuridade do silêncio me refugio.

Fico assim em devaneios perdido por longas horas a fio.

Quando dou por mim muitas horas se passaram...

A noite chegou!

Quando aguço minha audição, ouço ruídos, vozes, lamentação.

São os Sussurros da Noite chamando-me a atenção.

Então escrevo a noite!

Pois é na escuridão silenciosa que a dama geniosa da inspiração permiti-se descrever.

Mas o silêncio não é pleno!

Os Sussurros da Noite são tão audíveis que fico surpreso que poucos os escutem...”.
(Sidney Leal)